Rais partam isto

Textos que não interessam a ninguém escritos por um niilista agnóstico(seja lá isso o que for...)


Um tipo de sorte

Sempre fui.
Ok, nunca ganhei o euromilhões ou o totoloto, mas certamente é só porque não jogo.
Um amigo meu, que habitualmente aqui passa sem se manifestar, pode atestar a minha sorte: na faculdade estudávamos sempre os dois . Ele sabia o que eu sabia e, portanto, o que eu inventava nas orais. Sempre com sucesso. Cultivava a arte de acertar nas respostas por puras artes divinatórias.
Safar-me por um triz das mais preocupantes situações é outra das minhas "artes".
Dentro desta área iniciei-me ontem na prática de um desporto radical motorizado praticado de forma involuntária: o "aquaplaning". Na A1, pouco antes do Carregado, a traseira do meu carro tentou ultrapassar-me. Depois de alguns metros completamente de lado, virado de frente para os rails, consegui segurar o carro e endireitá-lo... por pouco tempo, a traseira desta vez fugiu para o outro lado.
Atravessei a auto estrada em toda a largura e terminei, após mais uma série de manobras de recurso, no meio da estrada virado para norte numa faixa de sentido sul. À minha frente uma cortina de automóveis parados. Todos conseguiram parar a tempo de evitar o embate.
Foi tal a descarga de adrenalina que assim que fiquei em segurança senti vontade de sair do carro e ir festejar o "golo".
Mais um dia de sorte na minha vida.

4 Comentários inteligentes e algumas alarvidades “Um tipo de sorte”

  1. # Anonymous Anónimo

    Queres morrer? E tens a coragem de contar? estou a tremer... Tem cuidado contigo, por amor de Deus, de buda, de todos os santos e deuses do Olimpo. Ou então por amor da Maria, não a Virgem, mas esta Maria que por acaso também é virgem. Puseste-me a dizer disparates. Meu Deus. Fico feliz por te teres safo.

    um abraço e um beijo enorme  

  2. # Anonymous Anónimo

    Vou festejar aqui vai o meu golo de gin tónico.
    Não faças muitas que tenho de conduzir.  

  3. # Blogger Damularussa

    Prova provada de que a sorte se faz?
    Certo é que festejo tambem... o estares vivo...tchim..tchim:-)

    Um abraço
    Damula  

  4. # Blogger Hélder

    Agradeço as vivas à minha existência.
    Que esse copo possa ser bebido presencialmente um ano destes!  

Enviar um comentário



© 2006 Rais partam isto |